| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Valdeck Almeida de Jesus
Desde: 05/08/2010      Publicadas: 481      Atualização: 27/08/2013

Capa |  Atualidades  |  Espaço do Escritor  |  LGBT na Imprensa  |  Manchete


 Espaço do Escritor

  08/12/2011
  1 comentário(s)


CARLOS CONRADO É ENTREVISTADO POR VALDECK ALMEIDA DE JESUS

Carlos Conrado, natural de Ourolândia, Jacobina-BA, vive em Aracaju desde o ano 2000. Poeta, escritor, designer gráfico, ator e artista plástico. Atualmente é sócio e co-fundador da AAPLASA - Associação dos Artistas Plásticos de Aracaju. É autor dos livros solos "Poesia Condenada", "O Aeronauta entre a Razão e a Loucura" e "A Kombi de Prosa e Poesia" (parceria com Valdeck Almeida de Jesus. É editor da revista Locozines, Revista da Cultura Emergente. Tem textos publicados em diversas antologias, entre elas: Coletânea Eldorado VI; Celeiro de Escritores; Coletânea Impressões. Arcádia Literária Estudantil; Antologia Poética Ano 3. Prêmio Valdeck Almeida de Jesus; Poetas pela Paz e Justiça Social, VI; e Antologias do Projeto Alma Brasileira. Também possui publicações em revistas como: The Moon Ligth of Corea, Corea do Sul e ArtPoesia,. Salvador-BA. É colaborador do Jornal O Capital, Aracaju-SE; Vice Presidente da Casa do Poeta Brasileiro de Aracaju; Membro Imortal da Arcádia Literária, Patrono Dias Gomes; Cônsul do Movimento Poetas Del Mundo em Aracaju; Ex Diretor de Comunicação da ASAP - Associação Sergipana de Artistas Plásticos; Ex Assessor da Academia Sergipana de Letras; Membro do Recanto das Letras e Overmundo.
Gosta de pintar seus próprios sonhos, utiliza-se de técnicas variadas para compor suas obras. Também gosta de esculpir. Foi membro do Núcleo de Cerâmica da Universidade Federal de Sergipe e participante do curso "Linguagem e Ações na Matéria" " ministrado pelo Prof. Dr. Evaristo Navarro " Universidad Politecnica de Valencia " Espanha.
Concedeu entrevista para o Jornal e Rádioweb de Portugal, RAIZONLINE, na qual falou de suas diversas atividades no campo da cultura. Foi capa do Jornal Estalo " editado pelo escritor mineiro Luiz Lyrio. Teve um especial Arte do Povo " TV Sergipe, o qual biografou a sua trajetória artística. Colabora com o Jornal O Liberal " Laranjeiras-SE. Fundou e Preside o Movimento Cultural A Plêiade.

CARLOS CONRADO É ENTREVISTADO POR VALDECK ALMEIDA DE JESUS
VALDECK: Quando e onde nasceu?
CONRADO: Nasci em Ourolândia " antiga Ouro Branco, distrito
de Jacobina"BA.

VALDECK: Já conhece o restante do Brasil? E outros países?
CONRADO: Conheço apenas Sergipe, onde estou resido; Bahia, onde nasci; Pernambuco, Minas, Rio de Janeiro e São Paulo. Não conheço outros países ainda.

VALDECK: Como você começou a escrever? Por quê? Quando foi?
CONRADO: Comecei a escrever aos 12 anos, pois fui participar de um concurso de poesias num povado onde eu residia e acabei me saindo vencedor. A partir dali, o meu primo e poeta Thiago Amorim me incentivou a escrever mais, ler mais e cada vez melhor.

VALDECK: Você escreve ficção ou sobre a realidade? Suas obras são mais poesias ou prosa? O que mais você gosta de escrever? Quais os temas?
CONRADO: Escrevo de tudo! Como diz Leminsk: "Eu não discuto com o destino, o que pintar eu assino!".

VALDECK: Qual o compromisso que você tem com o leitor, ou você não pensa em quem vai ler seus textos quando está escrevendo?
CONRADO: Ser sincero com eles! Fazer com que eles saibam o limite das terras em que a minha loucura habita.

VALDECK: O que mais gosta de escrever?
CONRADO: Poesia.

VALDECK: Como nascem seus textos? De onde vem a inspiração? E você escreve em qualquer hora, em qualquer lugar ou tem um ritual, um ambiente?
CONRADO: Em grande parte do meu lirismo. Minhas pertubações. A qualquer hora, literalmente. Às vezes caminhava com blocos de papel ou cadernos, pois a ideia muitas vezes surgia quando eu estava no trânsito, numa padaria ou até mesmo namorando.

VALDECK: Qual a obra predileta de sua autoria? Você lembra um trecho?
CONRADO: "Eu sou a Loucura mãe da Revolução, quando nasci não interessa, pois não é para isso que vim. Conheço e condeno todas as forças que lutam contra mim. Sou o elo que liga os homens aos outros deuses. Sou a incentivadora de todos os ideais. Sou o retrato da coragem! Ao contrário da Razão-Equilibrio que é uma senhora derrubada e medrosa. Sou poderosa e estou em tudo e em todos. Sei fascinar sem precisar usar esta casca que me reveste. Sou pura, boa e completa. Sou dona da liberdade, sou sua amante...".

VALDECK: Seus textos são escritos com facilidade ou você demora muito produzindo, reescrevendo?
CONRADO: Alguns brotam como psicografias, outros vou moldando, experimentando, assim como faço com as telas que pinto.

VALDECK: Qual foi a obra que demorou mais tempo a escrever? Por quê?
CONRADO:. Está sendo "O Numismático", devido às pesquisas sobre a Alemanha, sua história, costumes e cultura.

VALDECK: Concluiu a faculdade? Pretende seguir carreira na literatura?
CONRADO: Pretendo concluir em breve! Quero, sim, seguir carreira na literatura, mesmo que não seja algo tão rentável aqui no Brasil.

VALDECK: Qual o escritor ou artista que mais admira e que tenha servido como fonte de inspiração ou motivação para seu trabalho?
CONRADO: Castro Alves, Bocage, Álvares de Azevedo, Cruz e Sousa, Nietzsche e Erasmo de Rotterdam.

VALDECK: O que você acha imprescindível para um autor escrever bem?
CONRADO: Antes de tudo, ler bastante. Ler os clássicos, seus movimentos e representações é imprescendivel, pois só assim entenderá o que está escrevendo e se está indo no caminho certo. Essas leituras também não podem ser vividas ao pé da letra, pois elas servem somente como alicerce de sua obra e não como os tijolos que a tornam vista.

VALDECK: Você usa o nome verdadeiro nos textos, não gostaria de usar um pseudônimo?
CONRADO: Acho o meu nome bonito e artístico. Sinto-me como um ator mexicano! (risos). Tenho alguns textos produzidos com o pseudônimo de Valentin Lencastre, um personagem meu num projeto de cartas, em parceria com o poeta Thiago Amorim. As cartas, que não são portuguesas e sim francesas e alemãs, foram ambientadas no século XIX. É um projeto interessante que tenho interesse em retomar.

VALDECK: Como foi a tua infância?
CONRADO: Não foi das melhores e isto posso garantir! Há um texto em que Marcelo Laseña fala sobre isto. Visita: http://conradoemtextos.blogspot.com/2010/06/carlos-conrado-uma-pincelada-em-sua.html. Não comento, pois a ferida ainda sangra! Mas estou em paz comigo e com todos.

VALDECK: Você é jovem, gasta mais tempo com diversão ou reserva um tempo para o trabalho artístico?
CONRADO: Sou um jovem diferente! Tenho muitos conhecidos, amigos, me considero uma pessoa carismática, mas o que gosto mesmo é do tempo em que me dedico a produzir. Adoro a solidão como cenário. Já fui chamado de autista, esquisito, louco. Estavam todos certos.

VALDECK: Tem um texto que te deu muito prazer ao ver publicado? Quando foi e onde?
CONRADO: Os textos que mais gosto de verem publicados são aqueles que incomodam e despertam reflexões mútuas. "O fim de uma doutrina", "Quando matamos Deus" e "Eu sou a Loucura" me renderam gozos inesquecíveis.

VALDECK: Você tem outra atividade, além de escritor?
CONRADO: Diria que minha maior atividade e a qual toma maior parte do meu tempo é a gestão cultural. Sempre estou desenvolvendo projetos. Não consigo ficar parado. As artes gráficas, cênicas e plásticas são outras cartas que guardo na manga.

VALDECK: Você se preocupa em passar alguma mensagem através dos textos que cria? Qual?
CONRADO: Meus textos não só criticam a sociedade e o momento em que vivemos, mas também exploram e buscam entender a condição do homem e sua natureza. Psicose, neurose e a loucura são despidas em minha mente. Gosto da Loucura como objeto central da minha obra. Tenho Erasmo de Rotterdam como o meu padrinho maior.

VALDECK: Qual sua Religião?
CONRADO: Tenho Deus como meu guia, amigo e protetor e isto me basta! Respeito todas as outras, pois já passei por várias. Sou uma espécie diferente de evangélico. O que me custa os comentários de desviado, ateu e por aí vai. Gosto de usar a religião como objeto da minha arte, pois é um universo vasto de segredos dos quais são desvelados a cada dia. Tenho fé no Grande Arquiteto.

VALDECK: Quais seus planos como escritor?
CONRADO: Meu primeiro objetivo é lançar o meu 1º romance, intitulado "O Numismático", que já está no prelo. Esta obra me rendeu várias noites de insônia e várias pesquisas, pois toda a sua história é ambientada na Alemanha. Para ser mais preciso, nas cidades de Weimar e Eisenach. Trata-se da ganância da humanidade e o preço que o ser humano está disposto a pagar para possuir o que tanto deseja. Também estão inseridos os conflitos da mente humana e uma paixão avassaladora.
Mudando de assunto! Tenho o sonho de construir bibliotecas comunitárias ou pontos de leituras. Tenho ultimamente esboçado este projeto e pretendo um dia executá-lo. O país precisa ler mais, isto é fato.
Estou inserido na diretoria do Fórum Permante do Livro e Leitura de Sergipe e isto tem me rendido muitos outros sonhos.
Nas artes plásticas, pretendo iniciar um circuito de intercâmbio neste ano de 2012. O artista que não mostra a sua arte é um ser morto para a sociedade! Não quero ficar nesta categoria (risos). Meus blogs: www.conradoemtextos.blogspot.com e www.artistacarlosconrado.blogspot.com

(*) Valdeck Almeida de Jesus é escritor, poeta e editor, jornalista formado pela Faculdade da Cidade do Salvador. Autor do livro "Memorial do Inferno: A Saga da Família Almeida no Jardim do Éden", já traduzido para o inglês. Seus trabalhos são divulgados no site www.galinhapulando.com

Fontes:
http://www.galinhapulando.com/visualizar.php?idt=3378037

http://www.brasilwiki.com.br/noticia.php?id_noticia=48082

http://portal.comunique-se.com.br/index.php/component/mtree/carlos-conrado-e-entrevistado-por-valdeck-almeida-de-jesus.html


  Mais notícias da seção Entrevista no caderno Espaço do Escritor
12/03/2012 - Entrevista - DARLON SILVA É ENTREVISTADO POR VALDECK ALMEIDA DE JESUS
Darlon Silva tem 20 anos, cruz-almense, baiano. Darlon mora em Salvador e é graduando em Filosofia na Universidade Federal da Bahia. Foi premiado no concurso Tempos de Artes Literárias (TAL). Publicou um livreto, "Campos Interior", na Festa Literária Internacional de Cachoeira " FLICA, onde, também, fez parte da mesa "A Poesia Baiana Contemporânea ...
07/03/2012 - Entrevista - INAÊ É ENTREVISTADA POR VALDECK ALMEIDA DE JESUS
Inaê nasceu aquariana em 18 de fevereiro de 1976, em Ipirá, Sertão da Bahia. Sua primeira experiência profissional foi como cantora de banda de baile aos 16 anos. Depois começou a trabalhar como backing vocal com alguns cantores em Salvador. Inaê começa em 2000 a estudar teatro no projeto INTERCENA de Carmem Paternostro, ministrado por Meran Vargem...
23/01/2012 - Entrevista - ADRIANO EYSEN É ENTREVISTADO POR VALDECK ALMEIDA DE JESUS
Adriano Eysen Rego (1976), poeta, contista e crítico literário, é natural de Salvador. Licenciado em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS, Especialista em Estudos Literários pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB, professor de Literatura Portuguesa e Brasileira da UNEB " Campus XXII " Euclides da Cunha, Mestr...
18/12/2011 - Entrevista - PINHO SANNASC É ENTREVISTADO POR VALDECK ALMEIDA DE JESUS
Natural de Salvador, Bahia, Pinho Sannasc tem 31 anos e é escritor, poeta e compositor. Como ativista cultural ele vem desenvolvendo diversas atividades literárias. Atualmente é um dos membros organizadores do Projeto Fala Escritor, da Confraria de Artistas e Poetas pela Paz - CAPPAZ, da Associação Internacional Poetas Del Mundo, associado da União...
18/12/2011 - Entrevista - JACQUELINE AISENMAN É ENTREVISTADA POR VALDECK ALMEIDA DE JESUS
Jacqueline Aisenman nasceu Soares Bulos, filha de Richard e Terezinha Marta, em Laguna (SC) em 1961. Foi redatora e revisora de diversos jornais em Santa Catarina, diretora do Departamento de Cultura e dos Museus de Laguna (Museu Anita Garibaldi e Casa de Anita). Estabelecida em Genebra, Suíça, desde 1990, trabalhou durante quase quinze anos na Mis...
08/12/2011 - Entrevista - CARLOS VILARINHO É ENTREVISTADO POR VALDECK ALMEIDA DE JESUS
Vilarinho é natural de Salvador-BA, tem 48 anos e sempre morou na capital. Iniciou a carreira acadêmica na Universidade Federal da Bahia-UFBA, mas se formou na Universidade Católica do Salvador-Ucsal. Publicou "As Sete Faces de Severina Caolha & outras histórias" pelo Selo Letras da Bahia, em 2005, e "O Velho - 18 contos cotidianos e fantásticos", ...
27/10/2011 - Entrevista - Velhinho Baltazar é entrevistado por Valdeck Almeida de Jesus
Deomídio Neves de Macêdo Neto, natural de Guanambi-BA, Ator, Administrador; pós-graduado Lato Sensu MBA em Gestão Pública - Desenvolvimento e Economia Regional pela Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia - FUNDACE. Iniciou no ano de 1994 no Grupo Artístico Bem-Te-Vi Guanambi, da UNEB - Universidade do Es...
13/10/2011 - Entrevista - Tudo e mais um pouco sobre Valdeck Almeida de Jesus
Valdeck Almeida de Jesus, um escritor, um jornalista que também serve o estado " funcionário público. Conhecido como exaltador da verdade pelos que tem coragem de viajar pelas suas obras. Falei medo e pode-se pensar que escreve coisas assustadoras, e pode até ser verdade, mas se considerarmos que ele fala de factos verídicos do quotidiano "Heartach...
10/10/2011 - Entrevista - Samuel Pimenta é entrevistado por Valdeck Almeida de Jesus
Samuel Pimenta é natural de Alcanhões, Santarém, Portugal. Licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa, começou a escrever com 10 anos. Colaborou com jornais regionais e foi cronista na revista online "Clique". É beneficiário da Sociedade Portuguesa de Autores desde 2006. Em 2007, viu-se classificado em 2º lugar no Concur...
13/04/2011 - Entrevista - Jean Wyllys concede entrevista ao Bahia Notícias
Jean Wyllys concede entrevista ao Bahia Notícias e esclarece as polêmicas sobre Bolsonaro, além de comentar outros assuntos....
27/02/2011 - Entrevista - Entrevista com o autor Valdeck Almeida de Jesus
Quando entrei em contato com Valdeck Almeida de Jesus pela primeira vez, tinha em mente apenas trocar algumas palavras sobre o concurso de contos LGBT"s que ele organizou no ano passado e no qual meu amigo Thiago Thomazini foi o grande vencedor com o seu conto "As Cidades". A idéia original era fazer uma entrevista com o Thiago, e usaria algumas pa...
09/09/2010 - Entrevista - E o Menino Ganhou o Mundo e o Homem Segue os Seus Passos
Esta é a definiçao que concluímos, depois deste papo descontraído com o Compositor, Músico, Escritor, Dramaturgo e ativista cultural, Carlos Ventura, que nos concedeu entrevista direto da sua nova morada em Zurich-Suiça.Ele nos revela os segredos do seu sucesso, sua mudança para Europa e muito mais....
16/08/2010 - Entrevista - Valdeck Almeida é entrevistado por Kiko Riaze
Quando entrei em contato com Valdeck Almeida de Jesus pela primeira vez, tinha em mente apenas trocar algumas palavras sobre o concurso de contos LGBT"s que ele organizou no ano passado e no qual meu amigo Thiago Thomazini foi o grande vencedor com o seu conto "As Cidades". A idéia original era fazer uma entrevista com o Thiago, e usaria algumas pa...



Capa |  Atualidades  |  Espaço do Escritor  |  LGBT na Imprensa  |  Manchete
Busca em

  
481 Notícias