| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Valdeck Almeida de Jesus
Desde: 05/08/2010      Publicadas: 481      Atualização: 27/08/2013

Capa |  Atualidades  |  Espaço do Escritor  |  LGBT na Imprensa  |  Manchete


 Espaço do Escritor

  15/09/2010
  0 comentário(s)


O sequestro de Waly Salomão

Em 1988 o PMDB ainda discutia o seu candidato á sucessão de Mário Kertész. Na ocasião se verifica o "racha" entre os chamados históricos e o grupo que reunia Mário Kertész e o empresário espanhol naturalizado brasileiro Pedro Irujo. Estes apresentaram inicialmente a candidatura de Gilberto Gil a prefeito, que não seria aceita pelo governador Waldir Pires. O resultado seria o rompimento do músico com o governador e o lançamento do radialista Fernando José, funcionário de emissora do empresário.

O governador acabaria aceitando a candidatura de Virgildásio Sena, apoiado pelo primeiro grupo, mas não evitaria que a legenda do partido fosse empalmada pelo segundo grupo. Ao redor daquele organizar-se-ia a Frente Salvador, que contaria com o PSDB, PCdoB, PCB, PSB e PMN. No entanto, mesmo contando com dissidências de outros partidos não passaria do segundo lugar.

Gil deve ter se preparado para o processo eleitoral com certa antecedência. Na administração Mário Kertész já contava com amigos, entre os quais o próprio prefeito. Na área carnavalesca conseguiu emplacar o poeta, compositor e multi-artista Waly Salomão, que teve passagem breve, mas importante, pela Coordenação do Carnaval daquele ano.

Waly, com seu formidável senso de criatividade, tinha luz própria naquele pequeno mundo de interesses políticos e comerciais que era o carnaval baiano dos fins dos anos 80. Desta maneira, conseguiu pela primeira nesta festa, pautar a discussão de importantes temas culturais. Penso em quanto sua presença seria importante nos dias de hoje, de crise do modelo carnavalesco privatista e homogeneizador que daria seus primeiros passos nesta época. Não havia um dia que não criasse um "fato político" ocupando a imprensa com polêmicas. No entanto, estas nem sempre foram bem escolhidas, suscitando alguns confrontos, que se intensificaram com a falta de recursos com que contou na Coordenação do Carnaval. Uma das polêmicas em que se envolveu foi a com o músico Moraes Moreira.

Na campanha reivindicatória daquele ano o Sindicato dos Músicos percebeu que havia um espaço político para aumentar as bandas contratadas, assim dobramos a reivindicação em relação ao ano anterior. A verba era substancial havendo quem entre os músicos sequer acreditasse na viabilidade da proposta, particularmente quando as negociações ficaram emperradas com a prefeitura. Havíamos tido algumas reuniões com Wally e, mesmo percebendo suas boas intenções, entendemos que o dialogo havia chegado ao limite.

Ora, sabendo da relação entre Wally e Gil imaginamos que este não interferiria nas negociações dos músicos se a questão não ganhasse corpo na sociedade! Decidimos então realizar uma ação que também pudesse chamar a atenção, agora como um impasse na festa, obrigando seus dirigentes a sentarem com o sindicato para solucionar o problema. Esta ação foi o "sequestro" de Waly Salomão.

A execução do ato se deu sem maiores problemas e contou com o fator surpresa. Sabendo que o expediente de Waly na coordenação era pela tarde, fomos infiltrando os músicos em pequenos grupos no prédio, uns pelo elevador e outros pelas escadas mesmo, até que passou a ser humanamente impossível transitar pelos corredores do Edifício Oxumaré, na Ladeira de São Bento.

Acho que chegamos a reunir uns duzentos músicos ali. A esta altura já estava um inferno e para andar tínhamos que passar por cima dos colegas. Em sua assessoria trabalhavam colegas como Djalma Oliveira, "Batatinha" e Edil Pacheco, que estavam surpresos com a situação. Aí pedí para ser anunciado a Waly. Não posso deixar de observar que nunca tivemos problema para falar com o mesmo. Aliás, ninguém tinha. Seu "escritório" era um verdadeiro "mangue", onde se atendia todo mundo, e o pior, ao mesmo tempo. Talvez por isso ele tivesse tido dificuldades de lidar com as questões comezinhas do carnaval da época.

Entrei em sua sala com uma comissão do sindicato e observei a sua reação. É claro que deviam ter lhe informado do que estava acontecendo lá fora e quem eram os responsáveis. No entanto, não me fez qualquer interpelação neste sentido. Mas, desta vez me ouviu sem interromper, como habitualmente fazia. A forma com que eu lhe comuniquei da ação dialogava com a sua personalidade. "Cheio de dedos" comecei falando-lhe da situação da negociação e da responsabilidade do sindicato de conduzi-la. Afirmei que sabia do seu interesse em uma solução para o problema, e, que, tendo em vista a sua postura democrática e criativa imaginamos uma solução neste nível para a questão, decidindo sequestra-lo.

A reação de Wally Salomão, no entanto, surpreendeu a todos. Após um momento de contrariedade e introspecção de suas feições subiu na mesa e começou a gritar de forma rítmica:

- Estou sequestrado, estou sequestrado!

- Ato contínuo, mandou chamar seus colaboradores, para comunicar-lhes a notícia, tendo este ficado abismados com a situação inusitada. Depois passou a dar alguns telefonemas informando do sequestro. Ficamos em seu escritório por algum tempo, depois conversamos com alguns de seus colaboradores (que tentaram demover-nos do nosso gesto) e, posteriormente com a "massa" dos músicos lá fora. No fim da tarde, após uma avaliação dos impactos da atitude na Prefeitura, na Coordenação do Carnaval e na imprensa, suspendemos o "sequestro" que, em nossa opinião, já tinha alcançado seus objetivos, passar para a sociedade que existia um impasse na festa.

O episódio levou a uma intervenção da prefeitura, de cúpula, e mais rápida, que o fez através de Gilberto Gil. Desta forma fomos convidados para conversar com o próprio em outra sala do mesmo andar onde funcionava a Coordenação do Carnaval, embora sem a presença de Waly. À conversa compareceram Gil, eu e alguns colegas da comissão do sindicato. Na oportunidade, comecei ressaltando a satisfação de negociar com quem "falava a nossa língua". Fiz então, uma digressão sobre a precariedade com que tocávamos no carnaval, mostrando as dificuldades encontradas nos palanques de bairros. Como a presença de Gil era quase a confissão antecipada de que haveria um acordo passei a enumerar nossas necessidades, a contratação do dobro de bandas do ano anterior e a garantia de condições de trabalho adequadas, particularmente uma boa sonorização e estrutura dos palanques.

Gil respondeu inicialmente que as reivindicações eram exageradas. Falou das dificuldades da prefeitura, mas afirmou que estava do lado dos músicos em suas reivindicações. Deixei então que os colegas lhe respondessem. Já tendo feito antecipadamente a "divisão de trabalho" na negociação (eu seria mais mole e eles mais duros) o pessoal foi incisivo com Gil, ilustrando com seus exemplos pessoais os problemas que eu havia observado, e dizendo-lhe que não esperavam outra atitude dele que o apoio às reivindicações do sindicato. A segunda rodada de falações já foi bem melhor quando Gil afirmou que "iria ver o que poderia fazer" e elogiou a atuação de Wally á frente da Coordenação do Carnaval, o que, naturalmente, concordamos.

Poucos dias depois não deu outra coisa: fomos chamados por Wally para dizer do atendimento a todas as nossas reivindicações. O processo de negociação tinha sido o melhor desde que começamos a campanha reivindicatória do carnaval e foi muito comemorado pelos colegas, inclusive pelos que sempre desconfiam que não fosse dar certo. Neste ano, porém, foi inaugurado, o pagamento parcelado do pessoal do carnaval, uma vez antes e outra depois da festa, o que foi aceito por nós em função do montante em jogo, mas no futuro isso daria problemas a todos os setores envolvidos com a festa. Mas isso é motivo de outro livro...

Durante os anos 80 me deparei com dois pedidos de apoio político ao sindicato. Não é que fôssemos vestais, e não apoiássemos candidatos, mas havia uma nítida preferência da diretoria (inclusive por minha influência) por candidatos de esquerda.

Isso, entretanto, não evitou momentos de constrangimento. O primeiro foi quando um colega da OSBA me procurou propondo que os músicos da orquestra fizessem um abaixo assinado para garantir a permanência de Jose Augusto Burity á frente da Fundação Cultural. Na oportunidade, mesmo considerando o papel positivo jogado por este na consolidação da OSBA, tive que recusar por motivos políticos. É que não ficaria bem um militantes socialista apoiar uma pessoa que exercia cargos de confiança no governo do estado durante a ditadura militar.

Após a campanha do carnaval de 1988 seria procurado por outro colega que, dizendo ter vindo em se próprio nome me pediu para que o sindicato assinasse um manifesto de apoio á candidatura de Gil a prefeito por considerar importante este contar com o apoio de sua própria categoria. Para este, a entidade deveria participar na linha de frente da campanha tendo em vista o espaço que poderia ser ocupado para as causas musicais.

Procedi da mesma maneira que na vez anterior. Estando mais experimentado nas lides politicas, não disse não, colocando, porém, uma série de dificuldades para a efetivação da proposta. Eu não podia decidir pelos colegas; teria que ser feito uma consulta; poderia haver desgaste para o indicado com a proposta de outros nomes etc.

Dessa época em diante o meu relacionamento com os dois nunca mais foi o mesmo. Burity continua falando comigo (se bem que durante certo tempo me pareceu transparecer uma mágoa), o mesmo não acontecendo com Gil.

O candidato que afinal seria apoiado pelo PMDB seria o radialista Fernando José. Sua gestão, entretanto, seria de enorme dificuldade de articulação política, experimentando "rachas" com Mário Kertész, com partidos e vereadores de sua base inicial, e com seu próprio patrão Pedro Irujo. No entanto, o isolamento político que experimentou não significou o mesmo em matéria empresarial, na medida em que realizou concessões a empreiteiras e outros grandes interesses empresariais. O fracasso de sua administração se projetou para a próxima administração, a de Lídice da Mata, onde faltaram verbas e sobrou sequestro de recursos. Fernando, entretanto, passou a história com um curioso record: o de se constituir no prefeito que teve a menor aprovação da história de Salvador.

Franklin Oliveira Jr.

Escritor e professor universitário

Ex-presidente do Sindicato dos Músicos-Bahia


  Mais notícias da seção Diversos no caderno Espaço do Escritor
23/09/2011 - Diversos - O borracheiro dos livros
Onde já se viu misturar livros com pneus?! E com graxa, ainda por cima?!? Isso vai dar certo não... Escolado na vida, Seu Joaquim, do alto dos seus 40 anos na profissão, deu o veredicto: não havia a menor chance de aquilo dar certo. Era como água e vinho... Seu Joaquim borracheiro só não contava com a teimosia do filho, cabeça dura como o pai. Cora...
04/10/2010 - Diversos - Vão das Letras traz novidades para os leitores
Recitais aberto ao público e troca de livros são algumas das inovações da Feira de Livros que acontece no Domingo do TCA O Vão Livre do Teatro Castro Alves receberá no dia 17 de outubro (domingo), das 12h às 18h, a Feira de Livros Vão das Letras, um projeto do Núcleo do Livro, Leitura e Literatura da Fundação Pedro Calmon/Secult, em parceria com a...
01/10/2010 - Diversos - Biblioteca Anísio Teixeira promove palestra com o escritor Roberto Leal
Escritores, poetas, professores, estudantes e o público interessando em conhecer o ofício do escritor, suas principais dificuldades e as maneiras de superá-las, terão a oportunidade de vislumbrar estas questões na próxima sexta-feira, dia 8 de outubro, às 14h30, na Biblioteca Anísio Teixeira (Ladeira de São Bento), durante um bate papo com o poeta,...
30/09/2010 - Diversos - A importância da arte para o ser humano
A Cultura é uma das coisas mais importantes para o desenvolvimento do ser humano. É através dela que nós nos identificamos como sociedade e como seres capazes de criar e recriar seus próprios valores....
29/09/2010 - Diversos - Dilma Roussef - não há o que temer
Dilma: a(o) Anti-Cristo?Há muito, não se via e nem se ouvia tanto absurdo, a respeito de um candidato à Presidência, como está sendo propagado e forjado nestas eleições, levianamente, contra Dilma Rousseff....
21/09/2010 - Diversos - II Prêmio Nacional de contosde Guarujá - 2010
Regulamento1 " Dos objetivosA AGE " Associação Guarujaense de Escritores ", com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura de Guarujá, institui o II Prêmio Nacional de Contos de Guarujá.O prêmio tem por objetivo laurear escritores de contos inéditos, residentes em todo o território nacional....
21/09/2010 - Diversos - Sou só descontentamento e desassossego, com esta baleia franca agonizante e entalada dentro de mim:
Lélia Almeida.[1] Si miramos la realidad, las mujeres son más sólidas, más objetivas, más sensatas. Para nosotros, son opacas: las miramos, pero no logramos ir adentro. Estamos tan empapados de una visión masculina que no entendemos. En contrapartida, para las mujeres, nosotros somos transparentes. Lo que me preocupa es que cuando la mujer llega a...
16/09/2010 - Diversos - Eleição na Academia de Letras de Jequié
Embora a escolha de Adilson Gomes como o novo presidente da Academia de Letras de Jequié (ALJ), - tendo Jorge Barros como o seu vice - tenha sido por aclamação, a eleição dos cinco novos acadêmicos titulares foi decidida após uma acirrada disputa, sendo que no último dia 15 de setembro aconteceu a contagem dos votos para a eleição dos novos membros...
14/09/2010 - Diversos - Alternativas para ensino da literatura em debate na UFPE
Nos próximos dias 14,15 e 16, acontece o Seminário Novos Paradigmas do Ensino de Literatura no Ensino Médio. O evento é uma parceria entre o Programa de Pós-Graduação em Letras e o Programa de Pós-Graduação em Educação, com o apoio da Pró-Reitoria para Assuntos de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesq) e da Pró-Reitoria de Extensão (Proext) da Universi...
14/09/2010 - Diversos - Margareth Menezes e Jackson Costa prestigiaram o I Encontro de Escritores Baianos Independentes
O I Encontro de Escritores Baianos Independentes (I ENEBI), realizado entre os dias 10 e 11 de setembro, na Biblioteca Pública do Estado da Bahia, foi abrilhantado com as presenças da cantora Margareth Menezes e do ator e apresentador do programa Aprovado da Rede Bahia, Jackson Costa. Os artistas estiveram no Quadrilátero da Biblioteca no último di...
12/09/2010 - Diversos - Joilson Pinheiro, o poeta baiano que vive na Rocinha, no Rio de Janeiro
Joilson Pinheiro nasceu no Recôncavo da Bahia nos anos sessenta. Em 1981 mudou-se para Salvador e, em 1999, migrou para o Rio de Janeiro. Mora na Favela da Rocinha onde vive aprontando; realiza eventos literários, apresenta um programa de rádio dedicado à poesia e desenvolve uma oficina literária para crianças e adolescentes....
05/09/2010 - Diversos - I Fórum de Artes, Mercado e Tecnologia: encontro para desenvolvimento da cultura em rede
Iniciativa busca contribuir para o fortalecimento da cadeia produtiva das artes na Bahia através da potencialização de redes colaborativasDe 9 a 11 de setembro (quinta a sábado), Salvador vai reunir nomes de referência nacional e internacional em articulação de redes de cultura no I Fórum de Artes, Mercado e Tecnologia " FAMT. Desenvolvido a partir...
04/09/2010 - Diversos - Caravana da Leitura passará por cinco cidades do Rio de Janeiro
O projeto é realizado em praça pública e disponibiliza ao público livros por um preço simbólico.O projeto "Caravana da Leitura" criado pelo escritor Laé de Souza, depois de percorrer mais de 100 cidades brasileiras chega a diversas cidades do interior do Rio de Janeiro. Aplicado desde 2004, em parceria com as Secretarias de Educação e de Cultura do...
02/09/2010 - Diversos - Estreia o Sarau da Biblioteca São Paulo
O alicerce da moderna Biblioteca de São Paulo sepulta milhares de histórias. Reais! Inglória face na arte de reeducar e reintegrar. No Complexo Carandiru, muito mais que 111 agonias circularam entre muros e barras de ferro, diuturnamente, durante mais de seis décadas. Reduzida a pó, restaram amargas lembranças. Não poucas. Em seu lugar, ergueu-se a...
30/08/2010 - Diversos - Presenciando a implosão da Fonte Nova
Ontem à noite me resolvi, iria assistir a implosão do Estádio da Fonte Nova. Fiquei em dúvida vários dias por me assaltarem sentimentos de tristeza. Afinal, foi alí que me iniciei esportivamente, quando meu pai me levava para entrar em campo com o time do Vitória, e onde comecei a partir de 1961(Bahia 1 X 1 Santos) a assistir os grande jogos(e depo...
27/08/2010 - Diversos - Biblioteca realiza o 5º Encontro de Artistas em Itaparica
Os profissionais das artes terão um encontro marcado neste sábado, dia 28 de agosto, às 19h, na Biblioteca Juracy Magalhães Júnior, em Itaparica para expor suas obras no 5° Encontro de Artistas, que pretende reunir artistas plásticos, artesãos, cantores, escritores, dançarinos, cineastas, ceramistas, músicos, poetas, entre outros. No encontro acon...
26/08/2010 - Diversos - Novo post: Projetos literários do DF na 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
Em agosto (12 a 22) aconteceu a 21ª. Bienal Internacional do Livro de São Paulo, promovida pela Câmara Brasileira do Livro, onde o Plano Nacional do Livro e Leitura " PNLL/MinC abriu um espaço para divulgar as ações publicadas no Mapa de Ações do PNLL com material impresso e auditório para uma programação disponível para as ações do Mapa do PNLL,...
26/08/2010 - Diversos - Projetos literários do DF na 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
Em agosto (12 a 22) aconteceu a 21ª. Bienal Internacional do Livro de São Paulo, promovida pela Câmara Brasileira do Livro, onde o Plano Nacional do Livro e Leitura " PNLL/MinC abriu um espaço para divulgar as ações publicadas no Mapa de Ações do PNLL com material impresso e auditório para uma programação disponível para as ações do Mapa do PNLL,...
26/08/2010 - Diversos - Projetos literários do DF na 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
Em agosto (12 a 22) aconteceu a 21ª. Bienal Internacional do Livro de São Paulo, promovida pela Câmara Brasileira do Livro, onde o Plano Nacional do Livro e Leitura " PNLL/MinC abriu um espaço para divulgar as ações publicadas no Mapa de Ações do PNLL com material impresso e auditório para uma programação disponível para as ações do Mapa do PNLL,...
26/08/2010 - Diversos - Poesia e música nos Domingos Culturais
O grupo de poesia Isto e Aquilo e o grupo cênico musical Os Multipétalos movimentam a Biblioteca Pública neste final de semana A Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Barris), em mais um domingo cultural, promoverá as apresentações do grupo de poesia "Isto e Aquilo" e do grupo cênico musical "Os Multipétalos", neste domingo, dia 29 de a...
24/08/2010 - Diversos - CANTORA BAIANA GILMELÂNDIA INTERPRETARÁ MARIA NA PAIXÃO DE CRISTO DE LAURO DE FREITAS
A estrela da música baiana Gilmelândia interpretará a Mãe de Jesus, Maria no maior espetáculo de teatro ao ar livre da Bahia, a "Paixão de Cristo", que será realizado de 15 a 17 de abril de 2011, na grande arena montada na Praça da Matriz de Lauro de Freitas pelo 13º ano consecutivo. ...
24/08/2010 - Diversos - Prêmio Valdeck Almeida de Jesus de Poesia " V Edição 2009 e Antologia do amor (organização Valdeck Almeida de Jesus)
Fui a Bienal do Livro em São Paulo, pela primeira vez na condição de autor e não paguei ingresso, o crachá oferecido pela Editora Scortecci permitia livre acesso aos partícipes da Antologia Dellicatta, da qual participei com três poemas da minha fase noire, (Nos umbrais da quimera, Coruja, Giselle em Copacabana), que estou começando a esquecer em p...
24/08/2010 - Diversos - TEATRO - OFICINA NO CENTRO CULTURAL ENSAIO
Márcio Liolly convida para oficina de teatro em Salvador-BA....
23/08/2010 - Diversos - PRESIDENTE DA ALACA ABORDARÁ EM EVENTO INSTITUCIONAL A TEMÁTICA DIVERSIDADE
DIVERSIDADE: por uma cultura em Educação em/para Direitos Humanos...
18/08/2010 - Diversos - Darlan Tupinambá (Dimythryus) faz contracapa de livro de Valdeck Almeida de Jesus
O livro "Amor e Paixão", do escritor baiano Valdeck Almeida de Jesus, está no prelo, pela Madio Editorial. Composto de poemas falando dos amores e das paixões, a obra promete sucesso no mercado editorial....
17/08/2010 - Diversos - ROTEIRO DA POESIA
2ª quinzena de agosto de 2010 Rio de Janeiro - Capital da Poesia SESSÕES LITERÁRIAS - SOBRAMES/RJ - última terça-feira do mês, das 18:30 às 20:30h, no auditório do subsolo do CREMERJ, Praia de Botafogo, 228. Coordenação de Juçara Valverde - Pres.(apperjiana). Informações pelo e-mail: jucarvalverde@gmail.com ou janeflora@gmail.com...
16/08/2010 - Diversos - Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
Para todo lugar que se olha, há um inveterado leitor adulto condenando nossa juventude perdida por conta do resultado do ENEM, o Exame Nacional do Ensino Médio, que serve, digamos assim, para medir as habilidades de nossos não-leitores em relação à língua portuguesa....
16/08/2010 - Diversos - Projetos literários do DF na 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
Em agosto (12 a 22) acontece a 21ª. Bienal Internacional do Livro de São Paulo, promovida pela Câmara Brasileira do Livro, onde o Plano Nacional do Livro e Leitura " PNLL/MinC abriu um espaço para divulgar as ações publicadas no Mapa de Ações do PNLL com material impresso e auditório para uma programação disponível para as ações do Mapa do PNLL, ...
16/08/2010 - Diversos - Atração literária na Bahia
Bienal do Livro termina neste domingo e vale a pena conferirQuem estiver viajando para Salvador - e também quem mora na cidade, mas ainda não teve condições de prestigiar -, um ótimo programa é visitar a 9ª Bienal do Livro da Bahia, que se realiza até o próximo domingo, dia 26, no Centro de Convenções....
16/08/2010 - Diversos - Resultado oficial do 1º Concurso Literário Nacional Buriti Cronicontos
MAIS INFORMAÇÕES NO BLOG OFICIAL DO CONCURSOhttp://concursoburiticronicontos.blogspot.com/ CADASTRE-SE COMO SEGUIDOR PARA SEGUIR INFORMADOABRAÇO AMIGO DE RITA VELOSA ...



Capa |  Atualidades  |  Espaço do Escritor  |  LGBT na Imprensa  |  Manchete
Busca em

  
481 Notícias